janeiro 23, 2018

Relação dos Livros Místicos

* Livro digital nr.5 Místicos Sentimentos 1 
Possui 198 textos, 144 páginas
* Livro digital nr.11 Místicos Sentimentos 2
Possui 101 textos, 106 páginas
* Livro digital nr.31 - Mundo Místico de Salobah
Possui 22 textos, 49 páginas
* Livro digital nr.37 - O Chamado Mágico 

Possui 92 textos,77 páginas
*Livro digital nr.47 – Encantamentos Místicos
Possui 85 títulos,78 páginas


*Livro digital nr.48 – Diário de uma Bruxa
Em edição

*Livro digital nr.49 – Mandalas
Possui 49 páginas, dvs ilutrações 


*Livro digital nr.53 – Livro da Gratidão
Possui 60 páginas





Liberdade

É de grande responsabilidade levar conhecimento, compartilhar experiências, quer sejam ou não interessantes aos supostamente envolvidos com a leitura.
Todo mundo tem o direito de absorver da forma como lhe é conveniente ou também abster-se da oportunidade, vai de cada um. No entanto, vale lembrar que somente devemos ensinar o que se sabe, pois somente assim seremos dignos de confiança.
Especular sobre determinados assuntos sem maior conhecimento, é espalhar palavras na frente de um ventilador, apenas isso, nada vale, já que como poeira tudo que foi dito espalha-se no ar.
Não precisamos ser especialistas sobre o que propagamos, basta ao menos que os tenhamos vivenciado ou até entendido, a ponto de oferecer nosso próprio ponto de vista.
Os incomodados que me desculpem, mas viver de uma forma livre, desprendida e absoluta é essencial, nos dá oportunidade de compartilharmos o que aprendemos, quem sabe talvez resumindo o desconforto experimentado por aqueles que nada conheciam.
 

















Lançamento do livro Encantamentos Místicos

Este é o mais recém lançamento da escritora. Em formato digital, o livro com "Encantamentos místicos" já está disponível para que leia no seu celular, tablet ou computador.
São 85 títulos entre pensamentos diários descritos em 78 páginas.


Ouça a harmonia
Convidemos a nossa alma para rir sem motivo, escorregar no corrimão do dia, pescar estrelas no céu da noite. Que a deixemos rolar na areia das aventuras, bronzear-se sem medo no sol das certezas. Cuidemos dela como se cuida de uma criança, com todo zelo e carinho, se tornando assim, confiante e determinada, porque só quer mesmo é amor.
Deixemos nossas diferenças de lado e que enfileirem-se os nossos sentimentos de desgosto, sendo um a um dissipados.
Se permitirmos, o que de ruim ainda restar, aos poucos virará  poeira, cujo vento do bater de nossas asas se encarregará de levar para bem longe, até que se perca de vista.
Amarguras só servem para nos desviar do caminho de luz, o que todos temos direito por natureza.
Aprendendo a lidar com os inconvenientes, poderemos anotar no nosso livro de cabeceira o quão estamos gratos por termos aprendido cada lição da vida.
Preferindo ouvir apenas os sons melodiosos dos nossos sonhos de paz e harmonia, barulho algum haverá de nos incomodar novamente.
Ouça o som da harmonia, a paz vem de dentro. O silêncio interior traz exatidão de pensamentos, já o silêncio conflitante, incomoda mais que qualquer som exterior.
Não podemos resolver todos os problemas do mundo, mas se começarmos por resolvermos ao menos os nossos, já pode bastar.
Mente sã proporciona discernimento e desta forma poderemos intervir sem nos intrometermos, inclusive, aquele que calado observa, é capaz de entender o que acontece a sua volta com mais clareza.
A prática da meditação é adequada para acalmar nossos excessos. Silenciando a mente, sossegamos também o coração. Haveremos de entender, se não se imediato, mas com o tempo, como são sábios os ensinamentos ao nosso dispor. É somente conquistando o equilíbrio mental e emocional que aprenderemos a usar as palavras de uma forma positiva.
Há muita especulação, acreditando-se que sabemos todas as respostas para os problemas alheios, o que de certo está longe da verdade. Somos aprendizes, e quando acreditarmos já termos sabido tudo, é quando descobrimos não sabermos realmente quase nada. Hora de procurar informações que nos capacite.
Ouça o som da paciência, pois nada acontece quando e como queremos. Ouça o som do silêncio, ele tem muito a nos dizer.
Nenhum de nós deveria ter a pretensão de ser mestre das verdades, afinal a vida de todos é muito parecida; cometemos erros vez ou outra, e podemos errar novamente se nos descuidarmos.
A questão é ser alguém que faça diferença, que leve conforto e esperança, mesmo que não sejamos um exemplo de virtude.
Podemos sim, acomodar nossa insatisfação pessoal, nossa inconformidade diante de acontecimentos que consideramos inexatos, pois o que pensamos nada muda, mas o que fazemos para ajudar é que vale a pena.




janeiro 22, 2018

O barulho do silêncio

Embora nos cause frustração, são admiráveis as pessoas de poucas falas. Quando aprendemos a entender o silêncio, palavra alguma terá tamanha categoria. Se elas nos observam, não sabemos, talvez apenas nos ignorem, já que provavelmente não estejam tão interessadas no que tanto temos a dizer. Os que se sentem confortáveis com enxurradas de palavras, necessitando expô-las, exageram e se tornam cansativos. 
Embora pareça óbvio que a escolha de se manterem caladas seja mais coerente, ainda assim esperamos novamente ouvi-las. O que provavelmente pode acontecer em determinados casos, é que não sabem o que e nem como dizer o que esperamos e quanto mais pressionadas, se tornarão ainda mais ausentes. O mundo já anda barulhento demais, desnecessário que contribuamos sem um grande propósito.
O fato de não sabermos o que realmente pensam, não significa que não possamos entendê-las; palavras são categóricas, possuem peso considerável, principalmente se não soubermos como empregá-las. Pode-se magoar e até invadir alguém desnecessariamente, mesmo sem ter a intenção de fazê-lo. 
Aceitando o silêncio, evitamos toda e qualquer interpretação errada e mesmo que nos pareçam ausentes, somos capazes de entender que a voz do seu pensamento não se cala e os seus sentimentos também devem falar mais do que gostariam de ouvir.
Se recusando a falar, o silêncio delas passa a ser cada vez mais significativo; podemos até dizer muito mais quando não falamos.
Seria redundante falar sobre o que todos já sabem, mesmo assim continuamos esperando mais algumas palavras, ao menos mais uma frase de conteúdo.

do livro Acontece

janeiro 19, 2018

Prováveis escolhas

Se provássemos apenas das certezas, seríamos poupados dos desgastes emocionais, não perderíamos tempo e nem juízo, resumiríamos a nossa vida consideravelmente.
Se tivéssemos plena confiança na maior parte do tempo, muita discórdia seria evitada.
Se nos conhecêssemos por inteiro desde o início, jamais nos daríamos ao desfrute de sonhar o impossível.
Se viver fosse assim, tão fácil, não teria graça, não aprenderíamos diante dos desafios, não reconheceríamos as mentiras que nos chegam disfarçadas de bem viver.
Se amar não fosse complicado, nos entregaríamos a esmo, sem nos importarmos com os resultados.

do livro Acontece

janeiro 18, 2018

Amor autêntico


Preenche só por um tempo
 o amor trazido pelo vento
embaraçando sentimentos
confundindo o coração

Só amor que vem de dentro
é completo a contento
revoluciona a razão

A escolha é clara, mas um processo lento
não é coisa de momento
a mais certa opção.




A maça - Raul Seixas


Se esse amor ficar entre nós dois
Vai ser tão pobre amor, vai se gastar

Se eu te amo e tu me amas
E um amor a dois profana
O amor de todos os mortais
Porque quem gosta de maçã
Irá gostar de todas
Porque todas são iguais

Se eu te amo e tu me amas
E outro vem quando tu chamas
Como poderei te condenar
Infinita tua beleza
Como podes ficar presa
Que nem santa no altar

Quando eu te escolhi para morar junto de mim
Eu quis ser tua alma, ter seu corpo, tudo enfim
Mas compreendi que além de dois existem mais

O amor só dura em liberdade
O ciúme é só vaidade
Sofro mas eu vou te libertar
O que é que eu quero se eu te privo
Do que eu mais venero
Que é a beleza de deitar.





janeiro 17, 2018

O regresso

Não interessa por onde tenhamos andado, nem quantas pessoas conhecemos. Não importa a distância percorrida, nem o tempo que levou nossa viagem, pois acabamos voltando.
Voltamos, não por sermos obrigados, mas porque aprendemos onde é o nosso lugar, onde mora a nossa real felicidade.
Quando cansados da mesmice, nos desiludimos e então nos deslumbramos com possíveis novos caminhos. Confiamos que mesmo não tendo a experiência exigida, aprenderemos a ser novas pessoas, só que não, não acontece. Seremos os mesmos em qualquer parte, pois os nossos valores seguem conosco.
Na volta, o que muda é o nosso comportamento, a forma como víamos o que acontecia a nossa volta. Deixamos de nos sentirmos amordaçados, aprendendo a não mais permitir que sufoquem a nossa voz.
Voltando ao ponto de partida, onde tudo começou, não encaramos como derrota, nem mais enxergamos como um mundo pequeno, de pobres opções. É no aconchego do carinho sempre recebido que realmente queremos estar, nenhum outro lugar nos acolherá da mesma forma.

do livro Acontece


Relação dos Livros Prosa e Poesia

Livro digital nr.1 Cúmplice do Amor
Possui 87 textos, 102 páginas.



Livro digital nr.2 Tendências do Coração
Possui 92 textos, 90 páginas



Livro digital nr.3  Amor é de comer e se lambuzar...
Possui 104 textos, 64 páginas


Livro digital nr.4 Intensa
Possui 63 textos, 144 páginas



Livro digital nr.6 Vadiagem da Alma
Possui 65 textos, 54 páginas


Livro digital nr.7 Pensamentos 1 
Possui 155 páginas, cerca de 1600 pensamentos




Livro digital nr. 9 Pensamentos 2
Possui 90 páginas com cerca de 600 pensamentos




Livro digital nr.12 Quando se ama
Possui 160 textos, 123 páginas



Livro digital nr.13 Amantes do tempo
Possui 31 textos,  64 páginas (escrita de época)


Livro digital nr.14 Quase eternidade
Possui 90 textos, 64 páginas



Livro digital nr.16 Magia dos sentimentos
Possui 122 textos, 106 páginas



Livro digital nr.24 Diário de Madelaine
Possui 106 textos,  95 páginas


Livro digital nr.25 Até uva passa
Possui 94 textos,  67 páginas



Livro digital nr.32 - Pé na Roça -  Em edição

Livro digital nr.33 - Diário Esquecido
Possui 91 textos, 85 páginas.


Livro digital nr.34 - Vento no Litoral
Possui 141 textos, 82 páginas


Livro digital nr.41 - Deixa partir  
Possui 100 textos, 88 páginas



Livro digital nr.46 – Recomeço 
Possui 101 títulos, 90 páginas


Livro digital nr.50 Histórias de Nossas Vidas
Possui 101 títulos, 77 páginas.








Lançamento do Livro Histórias de Nossas Vidas


Embora sejamos muito diferentes uns dos outros, somos assustadoramente parecidos, nossas experiências apenas distinguem-se pela forma como são administradas.
Este livro contém pensamentos diários, bem como textos com títulos, cujos temas são familiares. Falo sobre nossas frustrações e nossas conquistas, sobre como podemos mudar o que não nos agrada, mas também como precisamos entender que nem tudo pode ser mudado.
Histórias de Nossas Vidas possui 101 títulos, descritos em 77 páginas. Está disponível na versão PDF, que poderão receber por e-mail.
Sejam sempre muito bem vindos, e sintam-se motivados para comentar, pois a opinião de cada um é muito importante.
Obrigada por me acompanharem e por me ajudarem a divulgar.
Em tempo: Inscrevam-se no blog e concorram ao sorteio de 10 livros nesse final de janeiro de 2018.
Contatem-me através dos endereços:
Celular: 11  99741.0864 (whatsApp)

Temores infundados

Temos coragem astuta para enfrentar os grandes desafios que a vida nos impõe, porém ainda tememos o escuro.
Temos tenacidade para resolver problemas, não nos deixamos intimidar facilmente, menos quando se tratam de baratas.
Temos confiança nos nossos atributos, somos fortaleza e sabemos recomeçar quando preciso, mas tememos a falta de tempo, morrer antes da hora.
Temos mania de continuar pensando no passado, desejando que ele ainda permaneça no nosso presente, mas em contrapartida tememos esquecer do que nos foi importante.
Temos presença de espírito e diversidade de comportamento, sabemos nos adaptar, porém ainda tememos que nos tirem a nossa liberdade.
Temos certeza do que queremos e do que esperam de nós, nem por isso deixamos de temer a falta de confiança.
Temos multidões a nossa volta, agitação necessária para nos preencher vazios, mesmo assim tememos a solidão e falta de amor.

do livro Histórias de nossas vidas


Passagem para a ilusão

Sou muito diferente quando distante do amor, pareço-me menos vulnerável e mais dona de mim. Traço metas até absurdas, acreditando que eu possa alcançá-las; me asseguro de ser determinada, sabendo o que quero. Mas, então, percebo que nada faz sentido, que as cores fluorescentes dos meus desejos perderam o brilho, assim como os meus sorrisos que já se mostram desbotados.
Fico imaginando já ter chegado onde eu pretendia, mas você não está lá. De que valem conquistas, se não se tem quem se ama ao nosso lado. Com quem iria comemorar?
Você é a luz que ilumina cada novo caminho e faz com que o atual não seja tão complicado. Você é a fonte de toda e cada inspiração minha. Nem sempre fora um porto seguro, mas com certeza, é bem melhor ter onde ancorar.

do livro Acontece